fbpx

GRUNITZKY – Auditoria | Consultoria | Capacitação

Governança Corporativa

De acordo com o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), a Governança Corporativa é o sistema pelo qual as organizações são dirigidas, monitoradas e incentivadas, envolvendo as práticas e os relacionamentos entre proprietários, conselho de administração, diretoria e órgãos de controle. 

A partir disso, alinha-se interesses com a finalidade de preservar e otimizar o valor da organização gerando aumento da eficiência, controle financeiro e contábil, além disso, este modelo não é exclusivo para as grandes corporações podendo ser adotado por empresas de pequeno e médio porte. 


ONDE SURGIU O TERMO “GOVERNANÇA CORPORATIVA”?

Por volta de 1990, algumas agitações começaram a ocorrer no mundo contábil gerando discussões envolvendo acadêmicos, legisladores e investidores. Foi então que, em 1992, surgiu na Inglaterra o Relatório Cadbury, considerado o primeiro código de boas práticas de Governança Corporativa. No mesmo ano, após os Estados Unidos anunciar a criação do primeiro código de Governança Corporativa por uma empresa, foi feito um estudo, pelo Fundo de Pensão Calpers, revelando que mais da metade das 300 maiores empresas americanas contavam com manuais de recomendações de Governança Corporativa.

GOVERNANÇA CORPORATIVA NO BRASIL 

Enquanto, nos demais países, os escândalos contábeis foram os principais pontos para levantar questionamentos, aqui, no Brasil, foram os problemas de corrupção que levaram a debater boas práticas de Governança Corporativa. 

A abertura de mercado, despertou nas empresas brasileiras o mesmo cenário vivido no exterior. Não é à toa que em 1995 nascia o Instituto Brasileiro de Conselheiros de Administração (IBCA), que mudaria de nome em 1999, passando a se chamar Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), referência fundamental para o mercado quando falamos em boas práticas de Governança Corporativa.

MODELOS DE GOVERNANÇA CORPORATIVA 

Não há um modelo único de Governança Corporativa, pois essas práticas variam de um país para o outro dependendo do ambiente econômico, social e corporativo. 

Embora cada modelo tenha o seu padrão, ambos podem ser divididos em dois tipos, os Outsider System e os Insider System. O Outsider System atua como fonte de financiamento, no mercado acionário, em países desenvolvidos. O Insider System atua em países subdesenvolvidos onde encontramos empresas familiares e/ou controladas pelo Estado.

PRINCÍPIOS BÁSICOS DE GOVERNANÇA CORPORATIVA

Transparência;

Equidade;

Prestação de contas;

Responsabilidade corporativa. 

Nos colocamos à disposição para maiores esclarecimentos sobre o tema em nossos canais de atendimento: www.grunitzky.com.br ou e-mail: contato@grunitzky.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para o topo